domingo, 20 de dezembro de 2009

Retrato

Para te expôr num quadro perderia uma vida inteira para o fazer. Não é só fazer um simples desenho da tua face, é muito mais que isso. É conseguir transmitir mil e uma palavras num só único ponto, é conhecer-te e, a partir de todo o teu promenor, tingir o teu retrato com todas as cores que te identificam.
Nos cabelos tens o brilho, o traço indefenido, a imperfeição e a perfeição conjugadas. Nos olhos, a natureza da verdade e o sentimento despido, sem nada a esconder. O sorriso segue o olhar, e quando a intensidade entre os dois atinge um nível que nem tu controlas, este explode e atinge os outros num impeto inconsciente de os fazer sorrir. No pescoço, sobressai uma ligeira sensualidade que no início foi um segredo que tentei descobrir. E nas mãos, nas tuas lindas mãos, guardas o vício, um bailar entre as duas que sempre me chamou à atenção.
E como num quadro cada ponto transmite mil e uma palavras, neste texto cada palavra exprime mil e um significados e sentimentos que só tu podes decifrar.

8 comentários:

  1. nem é preciso dizer nada!! :O

    /Patrícia Almeida

    ResponderEliminar
  2. Grande puto @ :)
    /JoaoHenriques

    ResponderEliminar
  3. és grande puto :D
    /Bernardo .

    ResponderEliminar
  4. perfeito ;)

    Marisa Freixinho.

    ResponderEliminar
  5. o teu blog é perfeito , parabéns. (;

    /joanna.

    ResponderEliminar
  6. PUTO, OS TEUS TEXTOS !


    MAGNIFICO ! +.+


    LUÍS' SOARES

    ResponderEliminar
  7. Está mesmo lindo +.+
    Continua a escrever! (a)
    Beijinho/ Susana

    ResponderEliminar